Crianças com Down têm maior propensão a problemas de visão


Sabe-se que o Dia Mundial da Síndrome de Down é comemorado 21 de março. A síndrome é determinada pela presença de 47 cromossomos em suas células em vez de 46, como a maior parte da população possui. As pessoas com SD podem desenvolver ou nascer com problemas na visão, daí a importância em alertar para a necessidade de acompanhamento oftalmológico durante toda a vida.
Dr. Bernardo Almeida, especialista em oftalmologia geral e catarata do DayHORC, empresa do Grupo Opty em Itabuna (BA), explica que o astigmatismo, o estrabismo, a hipermetropia, a miopia e a catarata congênita são alguns dos problemas oculares prevalentes em pessoas com Down. ”Muitas crianças têm estrabismo (são vesgas), inflamações das margens das pálpebras (blefarite) e, às vezes, movimento rápido dos olhos (nistagmo). Algumas têm dificuldade para ver de longe, e outras 20% para ver de perto ou têm os canais lacrimais obstruídos”, diz.
O especialista comenta que 3% dos bebês que são acometidos com trissomia têm cataratas congênitas. De acordo com ele, é importante identificar a condição o mais rápido possível, pois, caso a catarata não seja removida logo após o nascimento, a criança pode ficar cega. “Através de uma cirurgia simples é feita a remoção. Após o procedimento, é preciso usar óculos para a correção apropriada, o que vai garantir uma visão adequada para a criança”, esclarece.
O médico do Grupo Opty comenta ainda que muitos desses problemas podem ser corrigidos com o uso de óculos. “O uso de lentes bifocais podem ajudar crianças com Down. Existem no mercado algumas armações desenhadas especialmente para quem tem a síndrome”, conclui.

Recomenda-se que, durante a infância, a criança passe por uma consulta com um oftalmologista pediátrico uma vez por ano.

“Resgate do forró tradicional” na 8ª edição do Forró Vem Kemké


Uma ação beneficente acontecerá no dia 02 de Junho de 2019: A 8ª edição do Forró “Vem Kemké”. O evento será realizado pela Associação dos Amigos da Mangabinha, visando arrecadar fundos para a reforma da igreja histórica, como troca de janelas e renovação da pintura externa.

O arrasta-pé terá início a partir do meio-dia, na Terceira via Hall,  e promete muita animação ao som de
Forró Caxangá, Dani Mattos, Sinho Ferrary e convidados especiais.

“Será um grande encontro da família, com o resgate do forró tradicional, além de ser um momento de confraternização. Não deixe de participar”.

Ingressos pelo whatsapp: 73 8836-0642

COM APOIO DA AABB, EDUCAÇÃO DE ITABUNA AVANÇA NOS ESPORTES


 

A Secretaria Municipal da Educação de Itabuna (SME) fez um balanço sobre os resultados alcançados no ano letivo de 2018 na área de Esportes, Recreação e Lazer.

Os números apresentados pela Assessoria Técnica Pedagógica de Esporte, Desporto e Lazer Escolar do Departamento de Educação Básica (DEB/SME) indicam que, em 2018, houve um envolvimento maior de professores e alunos nos projetos desenvolvidos.

Os assessores Manassés de Oliveira Moreira e Damasceno dos Santos apontam que a atuação e o apoio de Maruze Dantas, atual diretora presidente da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB) foi preponderante para o resultado alcançado.

Maruse Xavier

“O fato da Maruze ter nos concedido um espaço especial na sede da AABB para realizarmos os projetos deu aos estudantes da Rede Municipal de Ensino uma oportunidade única de desfrutarem de um centro de excelência para a prática de atividades desportivas e de recreação”, disse Damasceno.

Ao todo, os projetos da SME na área envolveram até 1.500 estudantes e 55 unidades escolares, em ações como o Campeonato de Futsal das Escolas do Município de Itabuna (CAFEMI 2018), em junho; Jogos Interescolares do Município de Itabuna (JIMI 2018), em agosto; Lazer e Recreação no Parque Aquático,  envolvendo os alunos da Escola Novo Horizonte, em novembro; e aulas da saudade, envolvendo a Escola Municipal Vila Anália,  a Escola Só o Amor Constrói, o Grupo Escolar Leonor Pacheco, a Escola Novo Horizonte,  a Escola Marieta de Carvalho e a Escola Municipal 28 de Julho, todas realizadas entre  fevereiro e março de 2019, todos os eventos acolhidos generosamente na sede social da AABB.

Para a secretária municipal da Educação, professora Nilmecy Santos Gonçalves, “houve por parte da gestora da AABB um olhar social singular sobre os projetos encaminhados pela prefeitura de Itabuna, através de nossa secretaria.  Por isso, agradecemos em nome do prefeito, Fernando Gomes, e em nome de todos os integrantes da SME. Não poderíamos deixar de proceder um registro sincero de agradecimento”, ratificou a secretária.

Coreografias de Papel convoca obras de dança da Bahia para transposição em livro infanto-juvenil


Lançar uma coleção de livros para o público infanto-juvenil a partir de obras de dança da Bahia é o fundamento do projeto “Coreografias de Papel”, que abre convocatória para selecionar uma das obras que serão fontes inspiradoras desta proposta. Até o dia 3 de julho, artistas residentes em todo o território baiano podem se candidatar a participar do desafio de transpor uma criação coreográfica de sua autoria para um livro-objeto que desperte o interesse da infância e juventude. Interessados devem se inscrever por meio de formulário online disponível em http://bit.ly/coreografiasdepapel.

 

“Coreografias de Papel” é coordenado pela TANTO – criações compartilhadas, formada pelos artistas-designers-arquitetos Daniel Sabóia, Fábio Steque e Patricia Almeida, e pelos coreógrafos Neto Machado e Jorge Alencar, vinculados à Conexões Criativas, braço editorial da Dimenti Produções Culturais. Coletivamente, eles definirão, junto com o(a) artista escolhido(a), formas de traduzir o universo da obra cênica para a fruição de uma dança recriada em livro-objeto, configurando novas estratégias coreográficas que impactem a percepção de corpo e movimento de pequenos leitores. Para tanto, serão exploradas ferramentas de design editorial, ilustração, escrita e edição, utilizando de maneira plástica e narrativa os elementos constitutivos do livro: texto, elementos gráficos, textura do papel, costura, dobra etc.

Muito além de registrar espetáculos de modo tradicional – fotos e vídeos de divulgação, sinopse, bastidores, argumento etc. –, a ideia é permitir a reinvenção das peças de dança, assim também compondo uma memória recente da produção coreográfica da Bahia e mobilizando uma nova geração junto à dança brasileira atual. Para concorrer, o trabalho não precisa ter sido inicialmente pensado para o público infanto-juvenil, mas é importante que o(a) artista esteja instigado com a ideia de se relacionar com essa plateia.

“Coreografias de Papel” foi contemplado pelo Edital Setorial de Dança 2016, tendo apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Fundação Cultural do Estado da Bahia e Secretaria de Cultura da Bahia. O projeto prevê a realização de dois volumes iniciais da coleção: além do que será surgido da convocatória pública, também fará parte um volume advindo da peça “Desastro”, de Neto Machado. As duas obras originárias serão encenadas no evento de lançamento dos livros, em Salvador, em data a ser definida.

O(a) selecionado(a) será remunerado pelo desenvolvimento do livro e também pela apresentação da peça/espetáculo/intervenção, conforme regras descritas no regulamento da convocatória, disponível no link de inscrição.

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamenteculturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais. Para mais informações, acesse: www.cultura.ba.gov.br

Encontro de Compositores se consolida como o evento da música autoral em Ilhéus


Novas letras, novas melodias, novos nomes, novas oportunidades de apreciar novas composições. O Encontro de Compositores do Litoral Sul da Bahia chega ao fim após quatro mostras mensais realizadas no Teatro Municipal de Ilhéus, que somaram mais de 70 canções apresentadas por 16 atrações de sete municípios.

Em nome da música autoral produzida no território de identidade, o Encontro, além de reunir artistas já conhecidos na cena musical, também levou ao palco compositores que começaram a criar há pouco tempo, mas que chamaram atenção da curadoria do evento pela qualidade das suas criações.

De março a junho, o samba, o folk, o rock, o rap e a MPB conviveram juntos e misturados a cada abrir e fechar das cortinas. Reflexões sobre o amor, os sonhos, a vida cotidiana, o cenário político e social, se transformaram em letras embaladas por arranjos próprios que, por sua vez, embalaram o público, que somou mais de 800 pessoas nesta edição.

Foram oito compositores individuais e oito bandas: Raoni Veloso (Itabuna), Lunna MV (Ilhéus), Moses (Buerarema), Elisa Cunha (Itabuna), Andreshons (Ilhéus), RonaraCriola (Itacaré), Laís Marques (Uruçuca), Diego Shaun (Camacã), Cabruca (Ilhéus), Zem Trio (Ilhéus), Intuito Neutro (Ilhéus), Jacau (Itabuna), KBSativaMC’s (Itabuna), Drink de Mandrak (Itabuna), Pecados Capitais (Coaraci), Márcia Góes e Sob Medida (Ilhéus).

“É importante sabermos o que os artistas da região estão produzindo, melhor ainda, com uma produção como essa, pois foram verdadeiros shows!, destacou o relações públicas, Thiago Brito, espectador da última mostra, que aconteceu no último dia 14.

Depois de realizar 10 mostras entre 2015 e 2016 apenas com compositores do eixo Ilhéus-Itabuna, o projeto, que este ano teve apoio do Governo do Estado e da Prefeitura de Ilhéus, ampliou o recorte territorial, abriu espaço para os 27 municípios que compõem o Litoral Sul e recebeu quase 70 inscrições de nove municípios.

Os produtores Eloah Monteiro e Cabeça Isidoro, comemoram o resultado do evento e são unânimes na percepção de que cada vez mais eventos como este trazem impactos positivos para a cadeia produtiva da música, seja divulgando os compositores, formando plateia para a música autoral, e ainda, fortalecendo a trajetória musical para os artistas galgarem outros espaços.

Formação de novos compositores – Além das mostras, o evento promoveu na Academia de Letras de Ilhéus, uma ação formativa que resultou em quatro turmas da Oficina gratuita de Composição Musical. Ao todo, cerca de 50 jovens da rede pública de ensino aprimoraram a arte de criar canções, com facilitação dos músicos Danilo Nascimento e Lula Soares Lopes.

Como resultado das aulas, os participantes apresentaram, na abertura de cada mostra, uma música inédita produzida na oficina. “Meu sonho é ser cantora. Participar como eu participei, apresentando uma música criada pela turma no palco do Teatro Municipal, foi inesquecível!”, conta a estudante da Fundação Fé e Alegria, Emily Batista.

O Encontro de Compositores do Litoral Sul da Bahia foi selecionado no Edital Setorial de Música de 2016 e teve apoio financeiro do Governo do Estado, por meio da Fundação Cultural do Estado da Bahia, Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e  Secretaria de Cultura da Bahia. Contou, também, com o apoio cultural do Criadouro Soluções Culturais, Secretaria de Cultura de Ilhéus, Academia de Letras de Ilhéus, Aldeia Norte Produtora, FAEG-Sul, Barrakítika, Gabriela FM e Ilhéus FM e Quantum Agência de Publicidade. Mais informações no site www.encontrolitoralsul.com.br

Espetáculo teatral gaúcho se apresenta  nesta sexta-feira no centro de Ilhéus


Está confirmada para esta sexta-feira (15), a partir das 19 horas, na Praça Dom Eduardo, no centro histórico de Ilhéus, a apresentação do espetáculo teatral gaúcho ‘Automákina, universo deslizante’. Patrocinado pelo Ministério da Cultura e Petrobrás, e apoio da secretaria municipal da Cultura (Secult) a teatral tem uma hora de duração, com atuação do ator Luciano Wieser. A montagem e desmontagem são desenvolvidas aos olhos da própria comunidade. A direção é de Jackson Zambelli

A produção do espetáculo informa que a peça teatral “apresenta um cenário móvel, resultado de pesquisa inovadora do grupo que propõe levar para a rua um aparato cênico impar em qualidade visual e sonora, uma máquina gigante medindo sete metros de comprimento por oito metros de altura, o que aumenta a sua dramaticidade. São poucos grupos que pesquisam esta especificidade do teatro com maquinarias, o que resulta em processo rico de arte visual e de intervenção urbana, livre para todo o público”.

Destaca ainda a que o ‘Automákina, universo deslizante’ traz uma linguagem que mescla o virtuosismo das técnicas circenses e a poética do teatro de rua, o simbolismo do teatro de bonecos com seus personagens autômatos fazendo uma metáfora à existência humana. “Trata de uma questão pertinente a todos os homens de todos os tempos: a arte da sobrevivência”.

O secretário da Cultura de Ilhéus, Pawlo Cidade, disse que “é um espetáculo de teatro de rua que tem a proposta de emocionar e é destinado a todas as idades. Com certeza, o ‘Automákina, universo deslizante’ vai surpreender o público desde seu início ao fim. Além disso, a estética do espetáculo é associada à dramaturgia, e a montagem vai trazer várias surpresas e impactar as pessoas que irão assistir”.

Atrações do Ticomia, uma das maiores festas de São João da Bahia


Luan Estilizado

Quando entra o mês de junho, a galera forrozeira corre pra ver o destino de cada dia, não é? No sul da Bahia, Ibicuí é um dos pontos favoritos. E uma das principais atrações da cidade é o Ticomia – uma das festas de camisa mais badaladas do estado!

Em 2018, o Ticomia completa 31 anos de absoluto sucesso na ampla e aconchegante Fazenda Eldorado. Vem com uma grade só de forró, pra ninguém botar defeito. Será em 23 de junho, o chamado “dia da fogueira”. Confira só o que vai rolar, no tingue-lingue da sanfona.

Mano Valter

O arrasta-pé fica por conta de ninguém menos do que Dorgival Dantas, Gabriel Diniz, Mano Walter, Calcinha Preta, Luan Estilizado, Mastruz com Leite e Lordão. Irresistível, não é?

Inaugurações e projetos de cultura e lazer marcam Dia da Cidade em Ilhéus


Às vésperas das comemorações alusivas aos 484 anos de fundação e 137 anos de elevação à categoria de cidade a serem completados no dia 28 de junho (quinta-feira), Ilhéus será palco de uma série de inaugurações, ordens de serviço, e claro, muita cultura e lazer com o “Viva Ilhéus Fest”, que vai reunir diversas atrações para todos os estilos, na Avenida Dois de Julho, centro da cidade. No próximo dia 15 o prefeito entrega à população o Anexo da Escola Pinóquio totalmente reformado e, no final do mês, a Escola Sérgio Carneiro, em Olivença. As solenidades de inauguração serão prestigiadas por autoridades, convidados e imprensa.

No último dia 8, o município iniciou os festejos de aniversário com a inauguração da reforma da Escola Municipal Odete Salma Medauar, no Malhado. Todas estas ações estão sendo realizadas com recursos próprios da Prefeitura. “Nesta passagem tão importante dos 484 anos, a Administração Municipal tem o prazer de entregar várias benfeitorias para a população. Desta forma, nós mostramos que estamos fazendo a nossa parte, buscando recursos e alternativas para investimento no bem-estar do povo de Ilhéus”, comentou o prefeito.

Mário Alexandre assina ainda este mês, Ordem de Serviço para recuperação total de mais 11 unidades escolares. No bojo das atividades, serão inaugurados no próximo dia 26, as Unidades de Saúde Básica (UBS) dos bairros Hernani Sá e Basílio. No dia seguinte, 27, é a vez do Centro de Saúde Dr. Euler Ázaro, no bairro Teotônio Vilela. Já no dia 28, será inaugurado o primeiro Pronto Atendimento Municipal Halil Medauar, no bairro da Conquista que vai ofertar serviços especializados e atendimento 24 horas com ambulância.

Viva Ilhéus Fest – O evento terá uma extensa grade de programação musical. No dia 27, em cena Adelmário Coelho, Danniel Vieira, Mel de Forró e Realce. No dia do aniversário de São Jorge dos Ilhéus, 28, é a vez de Felipe Araújo, Estakazero, Papazoni, Top Gan e Leonardo Leo. No dia de São Pedro, 29, o arrasta-pé fica por conta de Filomena Bagaceira, Forrozão, Trio da Huanna e Stampa do Forró. No dia 30, último dia do Viva Ilhéus Fest, tem Forró dos Plays, Kart Love, Via de Acesso e Pagofunk.

 

Cantora Ju Moraes fecha contrato com a Gufo Records


A cantora baiana Ju Moraes é a mais nova artista Gufo Records. A gravadora é a responsável pelo lançamento e distribuição da nova canção da cantora “Chegue Chegando”. Composta por Mikael Mutti, a música fala sobre o Brasil e traz à tona elementos que remetem à Copa do Mundo.

Gravado em um dos pontos mais emblemáticos da capital baiana, o Pelourinho, o clipe traz a temática “vibre como quiser vibrar” e promete conquistar o público com o seu ritmo envolvente. A música lançada na última terça-feira (29), já está disponível, no Canal oficial do You Tube da cantora (https://www.youtube.com/watch?v=eWgJNEs92zA) e em todas as plataformas digitais e nas rádios do país.