Curso de férias traz mistura de manifestações artísticas em Itabuna


O grupo de artistas Guilda Cacilda inicia hoje (2) – e segue até dia 13 –, em Itabuna, a segunda temporada do curso de férias que reúne dança, teatro, palhaço e música. A capacitação, nas manhãs, tardes e noites, vale para pessoas de todas as idades e também abre a Casa da Guilda, sede desse grupo, recheado de criatividade e encantamento. É na avenida Garcia, 630, 1º andar, centro (próximo à praça Camacan).

Desde que mergulhou no sedutor universo das artes, em abril de 2018, o “Guilda Cacilda” propõe “alternativas de criação e fidelização do público, promoção do crescimento profissional dos envolvidos e fortalecimento da classe artística”. Nesse período, também assinou a produção e apresentação dos espetáculos Corja Panapanã e Audição 42.

Já neste 2019, foi formalizada uma cooperativa e, finalmente, vem a abertura do próprio espaço, com programação pensada por artistas. “A Casa da Guilda foi concebida para acolher e fomentar uma diferença no mundo através das artes e de seus artistas; é um local de produção, circulação e reflexão sobre a arte, o fazer artístico e a qualidade de vida”, definem os animados idealizadores deste projeto.

A “Casa da Guilda” tem como propósito a troca de experiências entre artistas e o público, trazendo apresentações, grupos de pesquisa e oficinas para Itabuna e região. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (73) 8810-2561 e 9152-6483; pelo Instagram: Guildacacildaoficial ou Facebook Guilda Cacilda Composições Artísticas.

Faculdade de Ilhéus realizou III Júri Simulado no Fórum da cidade


Estudantes do 1º, 2º, 7º e 8º semestres do curso de Direito da Faculdade de Ilhéus participaram de um Júri Simulado no Fórum Epaminondas Berbert de Castro, localizado no bairro Boa Vista, com foco em um processo de homicídio qualificado. A atividade aconteceu na terça-feira, 12 de novembro, pela manhã. Além dos acadêmicos de Direito, também compareceram ao local, como observadores, os estudantes de nível médio de colégios da cidade acompanhados por seus respectivos professores.

No salão do Júri, o debate abordou a simulação de um crime praticado contra um bebê nascido de uma relação extraconjugal entre Maria Joaquina, interpretada pela estudante Crisly Nolasco, e o médico casado Apolinário, interpretado pelo aluno Daniel Vinícius, que não queria o nascimento do filho.

O projeto Júri Simulado-Direito na Prática é coordenado pela professora Ana Cristina Adry de Argôllo (coordenadora do curso de Direito), em conjunto com os professores Joilson Vasconcelos Júnior, coordenador do Núcleo de Prática Jurídica (Nupraj), Taiana Levinne, das disciplinas Direito Penal e Processo Penal, e Cinthya Santos e Jackson Novaes, de Prática Penal. O caso foi criado pelo professor de Penal, Norberto Cordeiro, aperfeiçoado por todos os professores do projeto, inclusive para tipificação do delito, e submetido à apreciação do Juiz da Vara do Júri, de Execuções Penais e Medidas Alternativas, Gustavo Lyra.

A professora Taiana Levinne explicou que inicialmente foi instaurado o inquérito policial pela turma do sétimo semestre e depois esse procedimento investigativo foi remetido aos alunos do oitavo, que deflagraram a denúncia. Em seguida, foram escolhidas as pessoas que atuariam na defesa. Assim, a defesa fez a reposta à acusação, e depois foi designada a audiência de instrução e julgamento da primeira fase, cuja simulação ocorreu na Faculdade, e a segunda fase no Salão do Júri do Fórum da Comarca de Ilhéus.

O caso – Na simulação do homicídio qualificado, duas pessoas foram denunciadas pela morte de um bebê, a mãe Maria Joaquina e o pai João Apolinário, médico casado. Da relação extraconjugal foi gerado um filho que o médico não queria que nascesse. Maria Joaquina pressionou o pai para que ele terminasse o seu relacionamento. Ele se negou a acabar com o relacionamento e disse para Joaquina, segundo relatos, que não queria ter o bebê, e rompeu o relacionamento com ela. Maria Joaquina se sentiu pressionada e pediu a uma colega de trabalho alguns medicamentos abortivos. Ela narrou que não ingeriu nenhum remédio e que não houve o aborto. Quando João Apolinário tomou conhecimento do nascimento do filho, entrou em contato com Maria Joaquina e marcou um jantar. Segundo ela, durante o jantar ele deu um medicamento chamado Dramin e, logo após, ela “apagou” e no dia seguinte, quando a família foi visitá-la, encontrou o bebê morto dentro de um armário.

Segundo o juiz Gustavo Lyra, da Vara do Júri, “o júri é um lugar de exercício muito efetivo do direito e da democracia, e atuar no júri simulado é um treinamento para todas as carreiras que eles podem seguir. É muito bom participar dessa história bem construída, bem planejada e bem executada pela Faculdade de Ilhéus, para que os estudantes exercitem, no plenário do júri, a capacidade de debater com entusiasmo, combatividade, mas sempre com elegância e com a noção de que o outro tem o direito de pensar diferente, de enxergar as coisas por outros ângulos”. E acrescentou que “isso precisa ser muito exercitado neste momento especial do país em que as pessoas estão muito polarizadas e com intenção de tornar o outro inimigo, ao invés de uma simples pessoa que pode pensar diferente.”.

Para o professor Robson Félix Santos, que acompanhou os alunos do 2º ano de Informática do CEEPAMEV – Centro Estadual de Educação Profissional Álvaro Melo Vieira, “a ideia é que, além de serem alunos do curso Técnico de Informática, eles também fazem a base comum para o Enem e uma parte deles não vai seguir a carreira de técnico. Por isso, atendemos todo convite a fim de que nossos alunos possam ampliar o leque de opções ao deixar o ensino médio.”

A equipe – Todas as teses de acusação e defesa foram construídas pelos alunos do oitavo semestre, que atuaram no Tribunal do Júri, simulando a presença do Ministério Público, da Defensoria Pública e respectivos assistentes de acusação e defesa.

Atuaram como juiz, o estudante Paulo Landi, auxiliado pelo professor do Nupraj, Leandro Coelho, e como oficial de Justiça, Amanda Ribeiro Soares. Na acusação, Daniel Santana, João Vitor de Araújo, Lorena Mendes, Mateus Monteiro, Annanda Pires, Juliana Vieira, Maria Isabel dos Santos. Na defesa da ré: Julia kruschewsky, Alex Tavares Costa, Elder Sena, Leonardo Sampaio; e na defesa do réu: Francisco Samuel Souza, Igor Dias, Leonardo Sousa Reis, Iasmin Victoria Barros. E no corpo de jurados estavam alunos do ensino médio e dos primeiros semestres do curso de Direito.

Como policiais, atuaram os estudantes Gilmar Costa, Augusto Alcantara Ramos e Amanda Mendes da Silva. E como escrivã, Mariana Leite, e sub escrivã, Marta Nunes. Foram testemunhas de acusação: Evellyn do Nascimento, Victor Reis, Andrezza Fonseca, Stefeni Lima e Douglas Amaral; e de defesa, Paula Tainara da Encarnação, Andressa Lopes, Tiago Jesuíno da Silva e Márcio Medrado. Após os debates, os jurados sorteados votaram em sala secreta, o que resultou na condenação dos réus. A dosimetria da pena foi feita com a supervisão do professor Leandro Coelho.

Público bom, música melhor ainda!


Eddy Oliveira, Via de Acesso

A programação musical da festa da Bellas foi um dos destaques da noite em que a revista itabunense comemorou 11 anos. Começou com o DJ Nadinho, de reconhecido talento. Depois, Amor a Dois e Via de Acesso, duas das bandas mais paparicadas por fãs, no sul da Bahia. Os paparicos têm boa justificativa: eles são realmente bons!

Vale também destacar a participação especial de Sinho Ferrary, que está se dando bem na carreira solo, depois de passar pelo Lordão e outras bandas de sucesso na Bahia. Sinho subiu ao palco para interpretar uma única música: Você me vira a cabeça, sucesso nacional na voz de Alcione. Foi show!

Sinho Ferrary

Igualmente show foi a pegada da banda Via de Acesso, que se apresentou logo depois do momento da entrega do prêmio “Personalidade Bellas”. Eddy Oliveira, numa boa performance, comandou o público com canções atuais e algumas que não se apagaram com o tempo. E a festa, que já estava boa, ficou ainda mais quente e animada.

A programação musical foi encerrada pela banda Amor a Dois, que, a exemplo da Via de Acesso, teve um desempenho que emocionou os convidados da Bellas. Por alguns instantes, Paula desceu para cantar com o público, enquanto Robinho segurava firme o ritmo do palco. Aprovadíssimos!

Paula

Robinho e Paula

“Bellas Tropical Chic”, tema da festa, inspirou os profissionais que decoraram o espaço, na Terceira Via. Eles fizeram um trabalho de excelência. E o buffet? Ah! esse foi de dar água na boca.

Exposição reunirá mais de 30 marcas lideradas por mulheres em Itabuna


Nos próximos dias 9 e 10 de novembro, a praça Camacan, em Itabuna, será palco da 1ª Expo Mulheres Empreendedoras, que funcionará das 14h às 22h. A exposição é uma ação do núcleo de mulheres empreendedoras do Programa Empreender da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna – ACI e tem como objetivo fomentar negócios criativos que são liderados por mulheres.

Mais de 30 expositoras da cidade estarão no evento com artesanato, moda, estética, alimentação funcional, decoração, negócios e atrações culturais. Além disso, a Expo Mulheres contará com uma programação que atenderá a todos os públicos, com pintura corporal para crianças e também apresentações musicais, a exemplo da Cia Prime Dance e os cantores Brisa e Mither.

A Expo Mulheres empreendedoras é gratuita e está sendo coordenada pelas empreendedoras que integram o núcleo do empreender, com a supervisão da ACI. Outras informações podem ser obtidas através do Instragam @expomulheritabuna ou pelo telefone (73) (3613-1171).

Programação:

SÁBADO

14h – Corporal Kids (músicas, animações, pinturas e balões)

16h30min – Cia Prime Dance

17h30min – Oficina sobre sustentabilidade do Projeto Amar

18h30min – Brisa e Mither

20h – Banda Números Primos

DOMINGO

14-16h – Palhaço

16-17h – Look fashion- desfile de cinco modelos com roupas e acessórios das expositoras

17-18h – Prime dance

18-20h – Aline Kalil

20-22h – Ely Marques

Show de elegância na festa de Bellas


Algumas abusaram das cores e dos decotes, enquanto que outras preferiram o básico, sem muita extravagância, mas com muito bom gosto e elegância. Foi com looks assim, baseados no tema Tropical Chic, que a mulherada abrilhantou a festa dos 11 anos da revista Bellas, na Terceira Via, em Itabuna. Na sequência, confira algumas das fotos de Eraldo Dantas. Homens também foram clicados, é claro.

 

De dar água na boca


A festa da revista Bellas, sexta-feira passada, dia 18, foi sucesso em todos os sentidos. Público selecionado, boa música, bebida de qualidade e um buffet que estimulou o visual e o paladar dos convidados.

E que buffet! Tão lindo ele estava que fez Gastronomia e Confeitaria virarem arte nos salões da Terceira Via, em Itabuna. Tudo isso graças ao talento da equipe do Tarik Hotel, Thadeu Henrique Buffet, Buffet Márcia (MM Eventos), Benevides Chocolates Finos e Daniel San, responsável pela comida japonesa.

Mais de cinco fotógrafos fizeram a cobertura da festa, fora o pessoal que trabalha com mídias online. A seguir, a Bellas mostra os cliques de Eraldo Dantas, que caprichou nas fotos do buffet.

Emoção em noite de homenagens na FTC de Itabuna


Em solenidade bastante concorrida, a Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC) de Itabuna concedeu o Mérito Educacional FTC 2019 para vinte e quatro professores que foram protagonistas do desenvolvimento do Sul da Bahia, através da Educação. Marcada por muita emoção, a entrega da sétima edição do prêmio, aconteceu na noite de quarta-feira (16), na Terceira Via Hall reunindo, além dos homenageados, familiares e ex-alunos, autoridades, profissionais de imprensa e representantes da sociedade civil organizada.

Kaminsky Mello Cholodovski

Na abertura da solenidade, o diretor geral da FTC Itabuna, Kaminsky Mello Cholodovskis, agradeceu a presença dos professores indicados para o prêmio e destacou a importância deles para a história da sociedade do Sul da Bahia. “A FTC se sente honrada e engrandecida com a presença de vocês aqui nesta noite para a 7ª edição do Mérito Educacional. Esperamos realizar outras tantas edições que forem necessárias, porque é importante homenagear os relevantes serviços prestados pelos educadores ao Sul da Bahia”, disse.

Conduzindo a homenagem póstuma ao ex-diretor da FTC Itabuna, Professor Luiz Alfredo Cortez de Omena, ex-diretor da FTC Itabuna, o diretor de Operações da Rede FTC, Cristiano Lôbo da Silva, destacou a capacidade de liderança do homenageado e a relevância de sua contribuição no processo de consolidação da Rede FTC no Sul da Bahia. “Homem de caráter e reputação inabaláveis, nosso saudoso Luiz Alfredo fez do exercício ético profissional a sua mais nobre virtude, através da qual foi possível transformar o nosso quadro técnico-administrativo e o corpo docente na família FTC Itabuna”, disse Lôbo.

Visivelmente emocionada, a professora Tereza Cristina Galeão disse louvar a  iniciativa da FTC de homenagear professores, em especial, aos que atuaram no início – e até antes-, dos anos 70. Ela disse ainda que o Mérito Educacional FTC é uma forma valorizar a carreira, a história e de mostrar as novas gerações, que tudo não aconteceu como um passe de mágica.

“Esperamos que cada ano novos nomes surjam, de pessoas que acreditando de fato na educação construam legados, sirvam de exemplos e estímulo  para que jovens ingressem nessa carreira, e consigam  construir uma sociedade livre e próspera, onde o talento, descoberto e estimulado pelos professores, seja a principal riqueza de uma pessoa e do nosso país”, pontuo  Tereza Cristina.

 

Santa Casa de Itabuna adere ao “Setembro Verde” e promove ações de conscientização


Do Diário Bahia

A Santa Casa de Misericórdia de Itabuna realizará uma série de ações durante o “Setembro Verde” – mês de incentivo à doação de órgãos e tecidos para transplante. O objetivo é chamar a atenção da população para a causa e o tema central é “Seja super, seja um doador!”.

As vendas de camisas já acontecem no Hospital Calixto Midlej e a renda será 100% revertida para o Grupo de Apoio ao Paciente Oncológico (GAPO). E a partir desta segunda-feira (02), a mobilização ocorre no Calixto Midlej Filho e Manoel Novaes para os públicos externo e interno. A programação inclui abordagens, distribuição de laços e panfletos, dando visibilidade ao assunto.

Para o Dia Mundial de Incentivo à Doação de Órgãos, celebrado em 27 de setembro, a Santa Casa, através da FUNCEPES, está organizando uma palestra com o tema “Existe vida após o diagnóstico de morte encefálica?”, abordado pela médica neurologista clínica Soraya Soares.

De acordo com a enfermeira do CIHDOTT, Patricia Betyar, as ações são essenciais para sensibilizar a sociedade. “As negativas ainda estão aquém das doações, mas juntos podemos mudar este cenário. Por isso precisamos estimular no outro o desejo de ser um doador de vidas”, declara.

O encerramento da Campanha Setembro Verde será no dia 28 com a “Caminhada Cidadã”, em parceria com o SEST /SENAT.

Frente Parlamentar de Mulheres avança nas discussões em Ilhéus


Na última segunda-feira (15) a Frente Parlamentar Municipal em Defesa de Políticas Públicas para as Mulheres e Pelo Enfrentamento à Violência Doméstica, instituída na Câmara de Vereadores de Ilhéus em 2019, realizou mais uma reunião e teve como convidados representantes da Secretaria Municipal de Saúde. O tema principal do encontro foi a Saúde da Mulher e será novamente abordado na próxima Reunião Ordinária, dia 12 de agosto, às 14h no plenário da Câmara de Vereadores.

Durante a reunião houve convite para um seminário voltado para atenção básica, realizado pela Secretaria de Saúde, que se realizará dia 05 de agosto, no Centro de Convenções, em parceria com a Faculdade de Ilhéus e a Faculdade Madre Thaís, através dos cursos de Enfermagem, com seus respectivos alunos e professores que adentrem a área de epidemiologia, tratando o assunto e suas dimensões em nosso município.

A frente conta com o vereador Makrisi Angeli como presidente, Pastor Matos como vice-presidente e Ivo Evangelista como secretário. A frente foi criada pelo Projeto de Decreto Legislativo nº 001/2018, e tem o objetivo de ser um espaço de debate constante e permanente, onde as mulheres, compondo esta representação, possam elevar suas pautas a níveis mais práticos e concretos no que tange a formulação de leis no município de Ilhéus.

Benevides Chocolates faz sucesso no Centro de Convenções de Ilhéus


Stand da Chocolates Benevides entre os mais visitados

Hoje, em mais um dia do Festival Internacional do Chocolate, o público lotou o Centro de Convenções de Ilhéus. Veio gente de todas as partes do país e do exterior prestigiar o evento, projetado para 170 expositores.

São eles que surpreendem os visitantes com variadas marcas de produtos derivados do cacau, que por muitos anos foi a base econômica do sul da Bahia.

Entre os expositores do festival está Benevides Chocolates, que apresenta itens para todos os gostos. “É impossível comer um só”, confessou um dos consumidores.

Esta satisfação do público atesta a qualidade dos produtos da Chocolates Benevides, sob o comando da bancária Leilane e o advogado Erivaldo Benevides, casal que está fazendo valer quando o assunto é chocolate de origem desta região.

Erivaldo e Leilane felizes com o resultado do trabalho