Livro “Os Meeiros do Cacau do Sul da Bahia” lançado na Câmara de Itabuna 


Livro os Meeiros do Cacau do SUl da BahiaA Câmara de Vereadores de Itabuna vai sediar, nessa terça-feira, 12, o lançamento do livro “Os Meeiros do Cacau do Sul da Bahia”, do professor de antropologia e fotógrafo Emiliano Ferreira Dantas. O evento, que conta com o apoio do Poder Legislativo, acontecerá a partir das 19 horas, na Sala das Comissões Técnicas Filemon de Souza Brandão.

Emiliano Ferreira Dantas é mestre em Antropologia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e bacharel em Comunicação Social, com habilitação em Fotografia, pelas Faculdades Integradas Barros Melo (Aeso), onde é professor assistente e leciona disciplinas nos cursos de Cinema e Audiovisual, Fotografia e Artes Visuais.

f010610a-c760-4ca0-b8a2-b04d5a01a264No livro, Emiliano apresenta uma etnografia sobre as pessoas que se intitulam meeiros e que dão sentidos a terra, ao tempo e à lida com a mesma intimidade com que colhem e saboreiam o chamado fruto de ouro. A obra retrata o ser e o viver na região sul da Bahia, sobretudo, no espaço socioeconômico caracterizado como Região Cacaueira. O trabalho foi resultado da pesquisa de mestrado na Universidade Federal de Pernambuco durante o Programa de Pós-Graduação em Antropologia.

Professor encontra inspiração nos filhos para escrever livros infantis


livro

O professor de matemática Wilson Caitano (foto) traçou um caminho paralelo ao contar histórias para os dois filhos: encontrou a inspiração para se tornar escritor de livros infantis. Ele já lançou três obras – “As crianças da vila”, “Uma aventura ao som do berimbau” e “Um estranho em minha casa” – e tem atendido a convites para disseminar o trabalho no campo da literatura.

O mês de abril, dedicado ao Livro Infantil, tem um significado especial para ele. Esta semana, presenteou as crianças da LBV (Legião da Boa Vontade) com 50 exemplares. Neste sábado (9), participará de um evento literário no município de Ribeira do Pombal. Já no dia 29, comparecerá à inauguração de uma biblioteca em Valença.

Também em Itabuna, terra natal do escritor, percebe o movimento de unidades educacionais adotando o trabalho dele nas atividades. Cita as escolas Pio 12, Lua Nova, Edith Rodrigues, Senhora Santana, AFI e Colégio Sagrado. Em quatro delas, inclusive, já pôde visitar e conversar com os alunos.

“Espero que as escolas de Itabuna deem oportunidade para escritores da região. Eu percebo o interesse de crianças e adolescentes em escrever livros; incentivo a formação de leitores e futuros autores. O escritor se torna uma referência próxima”, observou.

 

Cidadania

Os livros do professor Wilson tratam de temas como meio ambiente e consciência negra, através de um universo lúdico. Em “As crianças da vila”, por exemplo, usa o cenário do bairro onde mora, a Vila Zara, para lembrar a importância de cuidar do local. Quanto a “Uma aventura ao som do berimbau”, enaltece a presença da capoeira na escola, para discutir sobre a autoafirmação do negro.

Ao mencionar o Dia Nacional do Livro Infantil, no próximo 18 de abril, ele lembrou a importância de os pais lerem para os filhos, como forma fortalecer a relação familiar. “É importante que contem histórias para eles, pra formar leitores e criar o vínculo entre pai e filho. Isso é fantástico; senão, um vai para o computador, outro para o x-box e se distanciam”, acrescentou.

O professor Wilson participou das duas edições da FELITA (Festa Literária de Itabuna). Os livros estão disponíveis na Editora Moderna ou com o próprio autor, pelo telefone (73) 98848-6177. “Um país se faz com homens e livros”, finalizou, citando Monteiro Lobato, que considera o principal responsável pelo surgimento do livro infantil no país.

 

Nadja Alves leva exposição “Cores da Bahia” à Ficc


Postado em Notícias

As belas obras da artista plástica itabunense Nadja Alves estão em exposição na FICC- Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania. Com o total de 10 telas, a mostra “Cores da Bahia” teve início segunda-feira (20) e se estenderá até o dia 4 de maio. Vale lembrar que a entrada é gratuita.

Em suas telas, ela costuma retratar a região sul-baiana, os índios, as praias, os trabalhadores das roças de cacau, as lavadeiras da beira do rio e a exuberante natureza da Mata Atlântica.

“Cores da Bahia” já passou pelo Centro de Cultura Adonias Filho, Pizzaria Lagariça e pelo Shopping Jequitibá, além do Bataclan, em Ilhéus. No início do ano, Nadja conseguiu realizar o sonho de levar suas telas para a capital baiana. A exposição aconteceu no museu Eugênio Teixeira, no Pelourinho, entre 6 de janeiro e 6 de fevereiro.

Em maio de 2014, Nadja Alves teve a oportunidade de estar na plateia do programa “Encontro com Fátima Bernardes”, na rede Globo. No final, ela pôde entrar um quadro de presente para a jornalista e apresentadora, da qual é fã desde os tempos do Jornal Nacional.

Cinema para todos do Cidadelle


Cidadelle_039

 

Uma pequena parcela da comunidade itabunense não se queixa mais da falta de cinema na cidade. Não porque tenha perdido o prazer de assistir a um bom filme em tela grande. Mas porque estão com o problema resolvido. Esses poucos privilegiados são os moradores do Cidadelle House, condomínio de luxo que fica na saída para Ilhéus, nas vizinhanças do Atacadão.

Assim como todos os outros espaços do empreendimento, a sala de cinema já está pronta e sendo utilizada pelos condôminos, no Clube Cidadelle. É climatizada, tem 20 poltronas acolchoadas, uma tela de 130” e um sistema de sonorização de primeira linha. Foi a empresa Consulttec, de Ilhéus, quem implantou o projeto e instalou os equipamentos.

Segundo o analista de sistema e proprietário da Consulttec, Paulo Afonso Júnior, a construtora optou pela utilização de materiais de ponta para possibilitar um excelente conforto em áudio e vídeo para os espectadores. Semanalmente, a empresa Exppertise, gestora do condomínio, divulga para os clientes a programação do cinema, que funciona de terça a domingo, com duas sessões infantis e duas para o público com mais de 14 anos.

Além do cinema, o Cidadelle House tem mais de 30 itens de lazer e esportes. São eles: oito quadras esportivas, sendo três de tênis; pistas de cooper e ciclismo; restaurante, piscinas e hidromassagens; SPA, academia, saunas, sala de pilates, ginástica e squash; brinquedoteca, garage band, salões de jogos adulto e infantil, dois salões de festas que podem ser alugados para o público externo; um espaço gourmet.