Concurso de beleza é uma das atrações da Expofenita em Itabuna


 

Elisandra, com a princesa Natália, rainha Priscila e princesa Isabela, avisa sobre inscrições para concurso (Foto: Celina Santos)

Só mesmo tempo em que a sociedade conheceu o projeto da Expofenita 2022, também foi anunciada a busca de novas representantes para os postos de rainha e princesas da tradicional festa. Segundo Elisandra Curvêlo, organizadora do concurso pela Companhia de Eventos, as inscrições serão abertas na próxima segunda-feira (11).

“Ano passado, demos um show de beleza; foram várias inscrições, de beldades de toda a região e esse ano estamos voltando com o concurso, para eleger primeiro, segundo e terceiro lugar. Já podem começar a se mobilizar. O telefone é 98885-4008.

Até aqui, o trono segue com a rainha Priscila Cerqueira. Ao lado dela, as princesas Isabela Alves e Natália Lucena.

Como concursos de beleza mexem com a vaidade do universo feminino e com o imaginário do masculino, elas não disfarçam a alegria de ostentar a faixa.

“É uma satisfação enorme ser rainha da Expofenita 2021; foi um concurso com participações maravilhosas e espero que em 2022 seja ainda melhor. É magnífico chegar e ser chamada de rainha, de princesa”, confessa Priscila.

As princesas também são só alegria. “Foi uma experiência maravilhosa que a Expofenita nos proporcionou; todas nós sonhávamos tanto com esse mundo do country como da beleza”, completa Isabela.

Bem, no lançamento Elisandra mostrou a ideia de haver também uma versão do concurso para contemplar a mulherada. Assim, seriam escolhidos o rei e os príncipes da Expofenita. Mas a ideia AINDA não vingou direitinho. Segue a tentativa, não é, meninas?

Além do concurso de beleza, a Expofenita, lançada na última quinta-feira, terá várias outras atrações. Veja no diariobahia.com.br

Marca especialista em cabelos do Boticário lança Match Science


Match, marca expert em cabelos do Boticário, revoluciona portfólio e inova opções disponíveis no mercado capilar ao lançar Match Science, plataforma de produtos com fórmulas exclusivas combinadas a ativos de alta performance que trazem resultados imediatos comprovados cientificamente*. Criada no laboratório de desenvolvimento de produtos do Grupo Boticário e reconhecida por sua proficiência no estudo aprofundado dos fios, a nova vertente de cabelos trata danos intensos e proporciona resultados otimizados às consumidoras.

Estrelando a novidade da marca, o Boticário anuncia a chegada da linha Match Science Reconstrução, voltada à intensa restauração dos cabelos danificados, retomando a maciez, o movimento e o brilho dos fios. A linha contém cinco produtos com fórmulas inéditas e é uma opção de tratamento intensivo para repor proteínas, reverter danos – como exposição frequente a fontes de calor – e reparar o córtex capilar, região interna do fio, que é protegida por uma cutícula externa responsável pela cor, elasticidade e força do cabelo.

“Sabemos que a consumidora gosta de mudar o visual, mas também quer cabelos saudáveis e fortes. Por isso, há anos cuidamos dos cabelos das brasileiras com fórmulas de alta performance, desenvolvidas para as diversas especificidades dos fios presentes no nosso país. A nova plataforma Science, da marca Match, eleva esse propósito trazendo a mais aprimorada ciência no desenvolvimento das formulações. Essa é uma combinação única de ativos que resulta em produtos que fidelizam pela qualidade e resultados já no primeiro uso, entregando o que as consumidoras buscam no cuidado capilar diário”, afirma Ariela Bonemer, gerente da categoria Cabelos do Grupo Boticário.

Especialista dá dicas de cuidados com a pele no inverno


As baixas temperaturas registradas pelos termômetros espalhados pelo país prometem um inverno mais rigoroso este ano e já é possível perceber a adoção de cuidados e mudanças de comportamento nas pessoas para se protegerem do frio e do ressecamento da pele.

Com a mudança do tempo, a umidade do ar cai e, aliado a essa condição climática, as pessoas acabam optando por banhos mais quentes e demorados além de reduzir bastante a ingestão de água nesse período. Esses fatores associados ocasionam o ressecamento da pele e podem desenvolver diversos tipos de dermatites.

Para Maria Hartmann, especialista em estética e diretora da Clínica Hartmann, é importante aderir a uma rotina com cuidados que impactam diretamente na saúde da pele. “A água quente pode danificar a pele, retirando a oleosidade natural que o corpo produz e que é responsável por manter a umidade do órgão. Ao perder a oleosidade, a pele se torna mais facilmente ressecada”.

A propensão ao ressecamento da pele no inverno implica também a necessidade de hidratar e manter outros cuidados com a pele com mais frequência do que em outras épocas do ano. A limpeza de pele, seja na face, mãos ou demais partes do corpo proporciona uma limpeza profunda. A especialista explica que esse procedimento consegue extrair miliuns e cravos.

Maria Hartmann ressalta que técnicas, como o hidrolifiting, proporcionam frescor e hidrata a pele, equilibrando o seu PH, e é altamente recomendável para quem sofre com pele desidratada e envelhecida. Além de hidratantes corporais, que devem ser utilizados sempre após o banho, há opções de tratamentos eficazes, como o peeling do Mar Morto. O procedimento, que possui esse nome devido à extração de ativos desse mar em Israel, não contém nenhum ácido em sua formulação e garante uma pele mais clara, fechando poros e removendo manchas superficiais além de controlar a oleosidade.

A necessidade de se hidratar e ficar alerta para alergias e irritações na pele devem ser constantes. A especialista explica que é comum neste período o surgimento de alergias devido à pele estar mais sensível e recomenda procurar um especialista com o aparecimento de qualquer sintoma que persista, como irritação, vermelhidão ou descamação.

Cabelo grisalho é moderno ou envelhece?


*Por Karol Stahr

Quando a mulher começa a ver os fios brancos nos cabelos, podem surgir preocupações acerca da imagem pessoal, e por isso busca alternativas de não parecer mais velha, de ficar com um visual antiquado ou de simplesmente não se ver com uma nova coloração de cabelo.

Dessa forma, muitas mulheres buscam o recurso das tintas de cabelo ou das luzes. Porém, desde a pandemia, parece que estar com cabelos grisalhos deixou de ser uma imagem de maturidade, simplesmente, e passou a ser uma imagem de autenticidade.

Mulheres, por todo mundo, assumiram os cabelos brancos e criaram uma nova imagem – forte, livre, decidida e autêntica – sem medo de julgamentos. Mas, quando falamos de cabelos grisalhos, precisamos pensar sobre coloração pessoal.

Isso mesmo. Nossa cor de cabelo, quando não harmoniza com nossa coloração de pele e de olhos, pode nos deixar com o semblante cansado ou mesmo envelhecido. Então, se seu projeto é deixar as madeixas grisalhas, atenção sobre sua coloração. Algumas dicas que funcionam bem quando os cabelos estão em tons de grisalho é inserir peças com maior intensidade, ou seja, cores mais vibrantes e vivas.

Além disso, a combinação de preto e branco costuma deixar o visual grisalho super moderno. Outra forma de combinar cores que valoriza e deixa o visual moderno e atual é misturar preto, branco e uma cor vibrante, como amarelo, vermelho, pink ou verde bandeira.

Da mesma forma, armações de óculos funcionam muito bem no preto, branco ou em cor vibrante ou escura: vermelho, vinho, azul royal, azul marinho. A maquiagem de olhos delineados são um truque que muitas mulheres de referência utilizam, como Costanza Pascolato, que sabe muito bem harmonizar os grisalhos de forma atual, elegante e muito moderna, com seus olhos delineados e seus óculos super estilosos (inclusive, ela acaba de lançar uma marca de óculos para mulheres de atitude, elegante e super atualizada).

O importante, quando o assunto é o cabelo grisalho, é criar contraste e acrescentar no visual elementos muito atuais e sofisticados. Dessa forma, cai por terra a velha relação de cabelos grisalhos com imagem antiquada.


Karol Stahr
Personal stylist e consultora de imagem desde 2009 ,graduada em gestão e criação de negócios de moda especializada em consultoria de imagem, coloração pessoal, psicologia da autoimagem atuante desde 2009. Já coordenou o figurino e imagem de uma emissora de tv, ainda atendeu dois presidentes do Brasil.

Já palestrou para mais de 2 mil mulheres em órgãos como Banco do Brasil, Caixa Econômica, MPU, Abin, Grupo Coqueiro, Cooperforte. Em seu canal no Youtube, Estilo Sem Regras, com mais de 150 mil inscritos dá dicas va em seu Instagram @karolstahr com mais de 96 mil seguidores. Há ainda sua plataforma de cursos on-line que oferece cursos on-line e consultoria de imagem com clientes em diversos países. Atualmente ainda se dedica a escrever seu primeiro livro sobre autoimagem, moda e auto aceitação feminina.

Estética e Cosmética em simpósio sobre Imagem Pessoal em Ilhéus


O l Simpósio de Estética e Cosmética, promovido pela Faculdade de Ilhéus, será realizado no dia 19 de maio, a partir das 18h30min, no auditório da instituição. Organizado pelo colegiado do curso de Estética e Cosmética, o evento abordará o tema “Imagem pessoal”, por meio de três palestras com profissionais do setor.

Luana Siqueira

A primeira exposição será às 19 horas, com a consultora de imagem e estilo, Luana Siqueira Blanco, que falará sobre “Como a imagem pessoal interfere na autoestima”. Em seguida, Luanna Vasconcelos de Oliveira, Micropigmentadora especialista em sobrancelhas, fará palestra sobre “O realce da beleza através do design de sobrancelha e micropigmentação.”

Luanna Vasconcelos

O I Simpósio de Estética e Cosmética contará ainda com a participação da empresária Lorena Lohana Santos de Carvalho, que vai falar sobre “O poder da transformação capilar na autoestima”. Lorena é administradora, maquiadora, micropigmentadora, especialista em sobrancelhas e proprietária do Studio Lorena Carvalho.  

Lorena Carvalho

O simpósio tem como finalidade promover a atualização profissional no ramo da estética. A inscrição pode ser feita através do link disponibilizado na BIO do Instagram da Faculdade de Ilhéus ou no site da instituição, e custa R$ 20,00 para estudantes da faculdade; R$ 30,00 para alunos de demais faculdades; e R$ 40,00 para profissionais. Mais informações através do telefone (73) 2101-1735 ou presencialmente.

Pode colorir os cabelos na gravidez? Especialista fala sobre os cuidados necessários


Durante a gestação, há uma série de cuidados que as futuras mamães devem ter, de modo a não afetar a saúde do bebê em formação, desde a alimentação à suspensão do uso de determinados produtos para os cabelos.  Uma pergunta comum é: grávidas podem tingir os fios? Este é assunto é polêmico e controverso, até mesmo entre os especialistas.

“Infelizmente não temos uma resposta embasada, ou seja, não existem evidências científicas suficientes de segurança”, pontua a tricologista Viviane Coutinho e membro-docente da ABT( Associação Brasileira de Tricologia).
Viviane Coutinho
A profissional afirma que, caso seu médico autorize o uso da tintura, é preciso seguir algumas recomendações para uma maior segurança.
“A maioria das tintas para cabelo contém materiais que são nocivos à saúde da mãe e do feto. Por isso é importante escolher opções sem amônia ou à base d’água”.
O mais seguro, segundo Viviane, é pintar o cabelo após os primeiros 3 meses de gravidez porque durante o primeiro trimestre todos os órgãos e músculos do bebê estão começando a se formar. Logo, o uso de qualquer tipo de química, mesmo que em contato com a pele, deve ser evitado.
“Há estudos que falam sobre o fato da quantidade de químicas não ser suficiente para afetar a saúde do bebê, porém, mesmo assim, é importante consultar o obstetra que acompanha a gestação, para saber qual o melhor procedimento a ser adotado ou não”, enfatiza a profissional.
Ela lista algumas recomendações para a hora de tingir os fios.
“Pinte o cabelo em um local bem ventilado, use luvas para aplicar a tintura no cabelo; deixe a tintura no cabelo durante o tempo mínimo indicado, não a deixando no cabelo mais do que o tempo recomendado; lave o couro cabeludo completamente após pintar o cabelo; Evite o contato da tintura com a pele e couro cabeludo”.
Coutinho adianta que a melhor opção para pintar o cabelo, nesses casos, é usar tinturas de cor suave, pois as cores mais vivas geralmente possuem um maior número. Uma alternativa às tintas mais vivas é o uso de tinturas naturais, como a Hena ou a 100% vegetal, por exemplo, que não contêm substâncias químicas.
“Nunca use nenhuma química nos fios sem a autorização do seu médico. Lembre-se que o mais importante é a sua saúde e a do seu bebê”, finaliza.

Cronograma capilar: essencial para auxiliar o processo de transição e para deixar os fios mais saudáveis


Levantamento aponta que para 44% das brasileiras a grande motivação ao realizar a transição capilar é ter fios mais saudáveis e sem química, enquanto 35% realiza a mudança para se sentir mais livre. Embora o processo de libertação do uso de químicas alisadoras seja complexo e trabalhoso, a busca por soluções para o desafio capilar tem feito a cabeça das mulheres que possuem algum tipo de curvatura.

 

A pesquisa realizada pela Opinion Box com exclusividade para a Flora, detentora das marcas OX, Neutrox e Kolene, entre dezembro de 2021 e janeiro de 2022, com 535 entrevistados, de todas as classes sociais e estados do país, mostra ainda que 53% das entrevistadas declararam ter cabelos com algum tipo de curvatura e 22% são lisos com algum tipo de química. 

 

Um fato curioso é que dos brasileiros que afirmam realizar um cronograma capilar semanalmente, mais de 76% começaram o processo no último ano. No cronograma capilar é importante identificar em qual estágio estão os fios, se necessitam de mais hidratação, nutrição ou reconstrução. O teste de porosidade é uma das maneiras de descobrir qual cronograma seguir. Retire um fio de cabelo, coloque em um copo com água e aguarde cinco minutos. Se o fio ficar na superfície, precisa de hidratação; Caso o fio permaneça no meio do copo, precisa de Nutrição; Se afundar, o necessário é a reconstrução.

 

O cronograma é fundamental para quem está em transição capilar, já que a haste do cabelo precisa estar forte para crescer saudável e sem químicas. Ainda segundo a pesquisa realizada pela Flora, de todos os entrevistados que já passaram pelo processo de transição capilar ou estão passando, 42% realizou a transição nos últimos seis meses. “Nem sempre é determinante fazer o Big Chop durante a transição capilar, é possível cortar aos poucos e acelerar o fortalecimento e crescimento com os cuidados ideais,” comenta Lígia Vulcano, head de Marketing e Inovação da Unidade de Cabelos da Flora

A magia de trabalhar com design de sobrancelhas


Na área de beleza, designer de sobrancelhas é um dos procedimentos que mais encantam homens e mulheres. Afinal, quem não gosta de despertar a atenção através de um rosto bem cuidado, bonito, no ponto certo? Pois é, Tainá Nascimento, instrutora do Instituto Mix de Profissões, unidade de Ilhéus, é uma espécie de autoridade nesse assunto.

Tainá dá aulas práticas e teóricas no IM, onde, com muita simplicidade e técnica apurada, consegue transferir seus conhecimentos para alunas que apostam nesta profissão para ganhar dinheiro e melhorar de vida. Ser design de sobrancelhas, hoje, é ter a certeza do sucesso. Então, use esse contato e garanta sua vaga no curso: 5573988003897 ZAP.

Ainda na área da beleza, o Instituto Mix de Ilhéus oferece cursos de cabeleireiro profissional, barbeiro profissional, manicure e pedicure, alongamento de unhas, alongamento de cílios, depilação. A escola fica na zona sul da cidade.

A seguir, flashes da aula mais recente da instrutora Tainá Nascimento.

Focada em diversidade na moda, empreendedora se torna referência em Salvador


Com o objetivo de quebrar os padrões da moda e gerar inclusão, Kaline Rabelo, diretora de grife, aumenta público e ganha destaque na capital baiana.

A luta pela diversidade e representatividade na moda tem sido uma contribuinte importante para gerar mudanças significativas na sociedade. De modo geral, apesar dos passos curtos, atualmente, marcas do ramo passaram a entender e enxergar melhor a diversidade dos públicos e, com isso, criar roupas para os diferentes tipos e tamanhos de corpos.

Para se ter uma ideia de como o movimento tem gerado transformações no mundo da moda, de acordo com a Associação Brasileira do Vestuário (Abravest), o mercado de moda plus size registrou uma movimentação de 7 bilhões de reais no Brasil, entre os anos de 2018 e 2019. Tendo uma média de crescimento anual de 10%.

Esse investimento das marcas na valorização da pluralidade de corpos é atribuído também ao movimento que é feito nas redes sociais, que apesar de ser um ambiente propício para a proliferação de conteúdos que reforçam padrões obsoletos de beleza, se tornaram aliadas em prol de conteúdos mais inclusivos. Dessa forma, muitos homens e mulheres que buscam se sentir representados pelas grifes, lojas e marcas, na hora de encontrar roupas, se beneficiam da variedade.

Kaline Rabelo. Foto: divulgação

Foi percebendo esse movimento da diversidade dos corpos na Internet, e presencialmente em seu empreendimento, que Kaline Rabelo, proprietária e diretora da Colcci – Salvador Shopping, entendeu a importância de atender não apenas a corpos dentro do padrão, mas que poderia ser uma contribuinte para a ruptura dos padrões ainda enraizados na moda.

A empresária conta que entendeu e aderiu à mudança em seu negócio a partir do momento em que parou para ouvir os clientes, principalmente as mulheres, e a enxergar suas angústias e dores. “É sobre o que chamamos de sororidade! Ao ouvi-las foi que pude entender que existem outras demandas, além das primárias, que o mercado estipula e que essa mulher precisa ser ouvida sempre e inserida”, destaca.

Kaline Rabelo conta que atualmente em seu empreendimento os tamanhos de roupas ofertados vão de 36 ao 50, mas revela que nem sempre foi assim. Existia um histórico de baixa procura dos números maiores, mas isso se dava por não haver oferta. Ou seja, as pessoas não se viam representadas e não procuravam a loja. A partir do momento em que busquei entender e atender as necessidades desse público, percebi uma grande demanda a ser atingida”, ressalta.

Para a empreendedora, é de suma importância que outras lojas do setor de roupas se atentem para as necessidades do público plus size, por exemplo. “Como as grifes ditam a moda, é importante entender que elas têm um papel importante nessa construção, e se mais marcas caminharem juntas nessa direção, teremos, de fato, a inclusão”, frisa.

Na visão da empresária, enquanto mulher, todo esse movimento interno junto ao externo tem sido gratificante, pois a sensação de chegar uma cliente que veste tamanho GG, por exemplo, e ela sair da loja satisfeita por ter encontrado o que ela queria é extremamente gratificante. “Encher uma mulher de autoestima e fazer com que ela se sinta feliz do jeito que ela é não tem preço”, conclui.

“Dia de Beleza” no hospital materno-infantil em Ilhéus


Resgatar a autoestima. Fazer entender que, para além do papel de mãe, as puérperas que aguardam a alta médica dos seus filhos na Unidade Canguru ou na UTI Neonatal do Hospital Materno-Infantil Dr. Joaquim Sampaio, em Ilhéus, não podem deixar de celebrar o importante papel de mulher na sociedade. A psicóloga Larissa Mateus – que integra a equipe multidisciplinar do hospital – lembra que a gestação é um momento de intensas transformações para a mulher, englobando alterações físicas, psicológicas e hormonais. “O nosso hospital tem um olhar voltando não só para a mãe que tem um bebê na UTI, mas, também, sobre mulher que está ali por trás, que história ela tem pra nos contar”, completa a coordenadora do Serviço Social, Maria das Graças. Ontem (02) à tarde, integrando as comemorações da semana dedicada às mães, o hospital promoveu um dia de beleza, com a presença de cabeleireiro e maquiador profissionais.

Há um mês, Ivani Maísa, de 22 anos, acompanha a evolução da filha Mel Valentina, que nasceu prematura. “O que estamos vivenciando hoje aqui relaxa a mente, me faz sentir mais mulher”, assegura. Moradora do bairro Teotônio Vilela, zona oeste de Ilhéus, Maísa gostou da experiência e reconheceu que ficou mais alegre e otimista com a iniciativa. “Quando a gente está aqui no hospital, acompanhando os nossos filhos, nós tentamos entender a nossa missão de mãe. Muitas vezes nem pensamos na gente, na mulher que existe em nós. É muito bom saber que fomos lembradas pela equipe do próprio hospital”, completou Tainá Souza dos Santos, mãe de Vitor Hugo, prematuro de oito meses.

Thalles Gomes, maquiador voluntário, garante que a felicidade de cada uma delas, hoje, foi a sua própria felicidade. “Elas valorizaram meu trabalho e eu vi o resultado onde ajudo a transformar sentimentos e a valorizar a cidadania”, afirma. A reciprocidade, desta forma, é estabelecida e todos saem felizes, garante o maquiador. Tales começou profissionalmente apresentando o seu trabalho através das redes sociais (@thallesgreco). O resultado foi positivo. Passou a fazer atendimento domiciliar e foi daí que surgiu o convite para participar da programação. “Aceitei de primeira”, destaca.

A psicóloga Larissa Mateus afirma que este tipo de encontro permite a essas mulheres que têm histórias tão diferentes compreenderam de outra forma a vida, trabalhando em grupo. “É importante que até nestes momentos em que estão sendo maquiadas e cuidadas elas possam passar refletindo os seus próprios sentimentos. Descobrindo que dividem as dores, mas aprendem uma coisa nova a cada contato estabelecido”, afirma.

A Semana dedicada às mães do HMIJS foi iniciada no domingo e prossegue até a próxima sexta. Da programação constam acolhimentos, rodas de conversa, música. O encerramento ocorrerá na sexta-feira (06), às 8 horas, com a realização de um Culto Ecumênico, tendo como convidados representantes da Igreja Católica, da Igreja Protestante, da Religião de Matrizes Africanas e do Centro Espirita. No encerramento haverá distribuição de mimos.